segunda-feira, 15 de março de 2010

boas vindas

..."e o vinho verte como água,
e o corpo com que danço
é vosso como sacrifício".




Depois da dança, quando o corpo descansa e a fumaça do sacrifício sobe para agradar aos deuses, eu escrevo, contando um pouco mais do caminho que trilho, porque depois de dançar para os deuses, vem o absoluto desejo de falar sobre eles por horas, como a jovem fala sobre seu amante, como quem não sabe evitar um assunto, porque depois que se dança com a tempestade, nunca mais se pode fingir que tudo é como antes. 

4 comentários:

Jota Olliveira disse...

Definitivamente,
Adorei! Vamos acompanhar juntos =D
Que os deuses te inspirem ;)
Bjao

Espartana disse...

pode tirar pra dançar? rsrs

Inês disse...

Espero que vc escreva sempre! :)

@robertarez disse...

Vish, terminei de ler. É triste quando acaba :(

 

Simply Fabulous Blogger Templates, header by Alex: 'A Lilly Pond'(J.W.Godward).